27 de out de 2015

VI Desafio GET de Carrinhos de Lomba

Fotos: Janci Hubner
 

O 44º Grupo de Escoteiros Tupinambás realizou, no dia 24, na Avenida Dom João Hoffmann, o VI Desafio GET de Carrinhos de Lomba.
A atividade foi realizada com a participação de 21 lobos do G.E. Acauã e Tupinambas, e 13 escoteiros do GET, chefias e Executiva e contou com um grande público que prestigiou as categorias, arrancadão e duelão força livre.

Classificação Geral

Modalidade Arrancadão - Carros de Rolimã
1 lugar Eloá G.E.Acauã
2 Pedro Henrique GET
3 Gabriel Molozzi GET

Modalidade Arrancadão Lobo - Carrinhos de Lomba (outras rodas)
1 Mateus G.E. Acauã
2 Tainan G.E. Acauã
3 Brenda Corazza GET

Arrancadão Escoteiro - Lomba
1 Lucas GET
2 Luiz Gemelli GET
3 Bruno GET

Arrancadão Escoteiro - Rolimã
1 Patricia GET
2 Emilio GET
3 Arthur GET

Modalidade Duelão Força Livre - Lobo
1 Mateus M  G.E. Acauã
2 Brenda Corazza GET
3 Tainan G.E. Acauã
4 lugar Vicenzo GET

Modalidade Duelão Força Livre - Escoteiro
1 Patricia
2 Lucas
3 Luiz Augusto
4 Emilio

No ramo lobo foram premiados pelo espírito esportivo os lobinhos:
Gabriel da Rosa, Rafaele, Rafael Pizarro e Bruno Mantay - GET

Escoteiros premiados pelo espírito esportivo:
Arthur, João Gabriel, Alicia e Bernardo Pizarro - GET

18 de out de 2015

Delegado Regional da Receita Estadual profere palestra sobre Educação Fiscal

fotos: Nicole Pereira

O Delegado Regional da Receita Estadual (RS), Amauri José Secco, ministrou no sabado (17/10), para a Tropa Sênior do G. E. Tupinambás, uma palestra sobre Educação Fiscal apresentando os conteúdos do Programa de Educação Fiscal, como função social dos tributos e relação entre Estado e Sociedade, com foco na participação social na gestão pública.
Segundo Secco, que também é voluntário do G. E. Tupinambás, a Educação Fiscal é um processo que visa a construção de uma consciência voltada ao exercício da cidadania. O objetivo é propiciar a participação do cidadão no funcionamento e aperfeiçoamento dos instrumentos de controles social e fiscal do Estado.
O tributo é um instrumento que pode e deve ser utilizado para promover as mudanças e reduzir as desigualdades sociais. O cidadão, consciente da função social do tributo como forma de redistribuição da Renda Nacional e elemento de justiça social, é capaz de participar do processo de arrecadação, aplicação e fiscalização do dinheiro público.
Além de informar sobre os direitos e deveres do cidadão, a ação visa a criação de uma nova Especialidade dentro do Movimento Escoteiro.
As Especialidades escoteiras são conquistas pessoais e que indicam conhecimento de determinado tema pelos jovens. As especialidades são concedidas em três níveis sendo diferenciados pelas cores de seus distintivos.

Tupinambás faz entrega de distintivos da campanha de auxílio aos refugiados da Ucrânia

A campanha é uma iniciativa dos Escoteiros do Brasil (UEB) e da diplomacia ucraniana para a arrecadação de fundos para os refugiados na Ucrânia, com a venda de insígnias e adesivos. Todo dinheiro arrecadado depois será enviado a eles.
Fotos: Nicole Pereira


Franco Meneguzzo recebe condecorações conquistadas no Ramo Sênior

Fotos: Nicole Pereira

O Pioneiro Franco Ricardo Fernandes Meneguzzo recebeu, no dia 17/10/2015, as condecorações Insígnia de Mateiro, Cordão do Desafio Sênior e Cordão Dourado, conquistadas no Ramo Sênior.
Franco estava realizando um intercâmbio de um ano nos Estados Unidos, onde realizou algumas etapas de suas conquistas.
As condecorações são concedidas pela  Diretoria do Nível Local, por proposta dos escotistas da Seção especialmente recomendado pela Corte de Honra de sua Tropa e que possuir no mínimo, (para o cordão Dourado),
 quinze especialidades, estando entre estas a especialidade de Primeiros Socorros, no nível 3 e mais três especialidades do ramo de conhecimentos Serviços, todas no nível 3.

Carolina Pietrobon recebe a Insígnia do Mateiro

Foto: Nicole Pereira
 
Sábado, 17 de outubro, durante a cerimônia da Bandeira, foi realizada a entrega da Insígnia do Mateiro –  para a Guia Carolina Pietrobon, pela sua dedicação e conquista dentro dos objetivos e propostas do Movimento Escoteiro Mundial.
A Insígnia da Modalidade concedida pela Diretoria de Nível Local, ao Sênior ou Guia que possuir 3 especialidades relacionadas à Modalidade Básica, no Nível 3, dentre as seguintes: Meteorologia, Cartografia, Sobrevivência, Sinalização, Acampamento, Pioneiria, Rastreamento, Técnicas de Sapa, Culinária, Excursões e História do Escotismo.

12 de out de 2015

Concurso seleciona desenhos sobre descarte de embalagem de agrotóxicos

O Concurso de desenhos com a temática sobre o descarte de embalagens de agrotóxicos, promovido pelo G.E. Tupinambás, selecionou 10 desenhos que serão utilizados para ilustrar um calendário para ser distribuído a pequenos agricultores da região.
Esta atividade é parte integrante do projeto ambiental desenvolvido por jovens da Tropa Sênior que representou o Brasil em um concurso desenvolvido pela ONU (Organização das Nações Unidas).
Os Sêniors fizeram um importante trabalho de conscientização sobre o risco do descarte incorreto de embalagens de agrotóxicos, conquistando o segundo lugar na premiação principal , recebendo o valor de U$ 6.000,00 para investir no projeto, com seu importante trabalho de conscientização de pequenos agricultores locais, que descartavam recipientes de pesticida de forma ilegal, com sérios danos ao meio ambiente.
Mais informações: https://www.facebook.com/projetokarajas











5 de out de 2015

Tupinambás realiza “A Scout's Day” em parceria com o Centro de Línguas da URI

Fotos: Nicole Pereira, Laura Collet e Janci Hubner




O 44º Grupo de Escoteiros Tupinambás e o Centro de Centro de Línguas URI Campus de Erechim realizaram, no último dia 03, na chácara que pertence ao grupo, "A Scout's Day" (Um dia de Escoteiro), uma atividade de Imersão em Inglês para alunos da URI que estudam o Idioma.
O Objetivo da atividade foi levar os estudantes a vivenciar, de forma divertida o idioma como se estivessem em um país de língua Inglesa.
O evento contou com a participação de 48 estudantes e foi coordenado pelos chefes escoteiros e professores da URI.
A atividade contou com uma programação composta  por oficinas, jogos escoteiros, atividades radicais com a pista de rastejamento na Lama e a falsa baiana, promovendo uma competição entre as seis equipes participantes.
À noite foram realizadas brincadeiras e avaliação geral do evento, isso tudo ao redor do fogo na companhia de músicas escoteiras.
O evento atingiu os objetivos propostos, sendo avaliada positivamente por todos os estudantes e professores, promovendo muita diversão e aprendizagem, além de proporcionar uma grande integração entre os estudantes e escoteiros.

Carlos Alberto da Silveira
Assessor de Imprensa do GET